Armazenamento de água traz segurança para produtor de arroz

Epagri 27/02/2019

Por Assessoria de Imprensa da Epagri

Foto: Divulgação Epagri

Uma reserva que vale ouro para quem trabalha com arroz irrigado. A cultura é muito exigente em água, pois o sistema de produção utilizado pelos agricultores catarinenses é o pré-germinado e a água entra na lavoura antes da semeadura. Também depois da aplicação dos herbicidas é necessária a reposição de água para que não ocorra reinfestação das plantas daninhas. Assim explica o extensionista rural da Epagri Donato Lucietti sobre a importância da disponibilidade de água na cadeia produtiva de arroz em Santa Catarina.

Para não ficar dependente das condições do tempo, o jovem rural Marcos Augusto Mondardo Dal Molin, do município de Nova Veneza, decidiu que antes de aplicar recursos na compra de maquinário agrícola era preciso investir em armazenamento de água. Marcos mora na comunidade São Bonifácio que era chamada Vila Seca porque é um local que apresenta escassez de água. As famílias dependem unicamente de um córrego e uma semana sem chuva é problema certo.

Como tem épocas que chove muito na região, o jovem produtor está armazenando água em açudes construídos em vários pontos da propriedade. Até o momento são 10 açudes com uma lâmina de água de 4,5 hectares. A meta de Marcos é chegar a oito hectares. Ele diz que para cada 15 hectares de lavoura de arroz, o ideal é ter um hectare de lâmina de água armazenada, uma reserva correspondente entre 30 e 40 mil metros cúbicos de água.

Marcos conta como tudo começou. “Meu pai trabalha com produção de arroz há 30 anos e eu comecei há 10 anos. Em 2016 participei do curso da Epagri para juventude rural e comecei a ver a propriedade com outros olhos”, relata o jovem. Assim que retornou do curso Marcos falou com o seu pai João Valcir Dal Molin sobre o que era prioridade na produção de arroz. E, em conjunto, decidiram que o mais importante era investir em armazenamento de água, dando-lhes autonomia e segurança no processo produtivo.

O irmão de Marcos, Juliano Mondardo Dal Molin, que é presidente da Fundação Municipal de Meio Ambiente, em Nova Veneza, recomenda que antes de fazer um reservatório de água o produtor busque orientação junto aos órgãos ambientais do município porque é preciso fazer de acordo com a legislação ambiental.

Tecnologia, qualificação profissional e visão de futuro! Marcos é o perfil do novo agricultor catarinense que tem a Epagri como parceira no desafio de produzir com sustentabilidade. São jovens como ele que assumem a agricultura com competência e a responsabilidade de pensar no amanhã.

Veja a reportagem completa sobre armazenamento de água na produção de arroz no Canal da Epagri no YouTube.