IAPAR abre inscrições para Mestrado em Agricultura Conservacionista

Serviço de Imprensa do IAPAR 23/11/2018

Instituição é focada no conhecimento científico e tecnológico direcionado para o desenvolvimento de sistemas agrícolas sustentáveis e compatibilizados com o uso racional de insumos agrícolas

Por Edmilson Gonçales Liberal, serviço de Imprensa do IAPAR

Foto: IAPAR

Estão abertas até 12 de dezembro as inscrições para o processo seletivo do Mestrado em Agricultura Conservacionista do IAPAR. São oferecidas 21 vagas, igualmente distribuídas entre as áreas de concentração “genética, melhoramento e biotecnologia vegetal”, “manejo conservacionista dos recursos naturais” e “produção e proteção vegetal”.

A seleção será realizada por meio de avaliação do currículo, entrevista e duas provas – conhecimentos específicos e inglês.

O edital com os procedimentos, documentação necessária e data das provas e da entrevista pode ser consultado aqui ou, ainda, pelo telefone (43) 3376-2153 ou e-mail pgiapar@iapar.br.

Os aprovados serão conhecidos em 21 de janeiro de 2019. As aulas começam em março.

Historicamente, o IAPAR atua na geração de conhecimento científico e tecnológico direcionado para o desenvolvimento de sistemas agrícolas sustentáveis e compatibilizados com o uso racional de insumos agrícolas. Diversos projetos de pesquisa e programas de ação foram implementados nos últimos 40 anos, em que foram definidas tecnologias que mudaram a face da agricultura paranaense e contribuíram para tornar o Paraná um dos mais importantes estados agrícolas do país.

Dentro desse contexto a formação de profissionais voltados à Agricultura Conservacionista trará uma grande contribuição para o Brasil continuar com uma agricultura produtiva e sustentável. Atualmente já existe grande preocupação dos mercados consumidores por alimentos de alta qualidade e produzidos sem prejudicar o meio ambiente. Assim, além de contribuir para a otimização da produção regional, a Agricultura Conservacionista pode ser utilizada como um meio de estimular os mercados a valorizar práticas que preservam o meio ambiente, inclusive com diferenciais de mercado.

A situação de crescimento populacional, o aumento de renda e da pressão sobre os recursos naturais produtivos e a água vão se tornar cada vez mais cruciais nos próximos anos, agravados pela perspectiva das mudanças climáticas. Todos os cenários indicam que dificilmente será possível reverter em curto prazo essa tendência, visto que as populações de países emergentes não renunciarão ao aumento do consumo para preservar os recursos naturais. Assim, o desenvolvimento de pesquisas na linha de Agricultura Conservacionista é fundamental para a busca da sustentabilidade, considerando que haverá necessidade de prover as populações atuais de alimentos sadios e de qualidade, mas procurando preservar os recursos produtivos para as novas gerações.