Adubo Biológico MICROGEO® e o IQP de propriedades rurais no Oeste do Paraná

Microgeo 25/10/2018

Com o uso da tecnologia, o produtor Jayme Berta aumentou a qualidade do solo de sua propriedade e ganhou destaque entre os produtores da região

Lavoura de soja com Microgeo

Com o objetivo de estimular e difundir o Sistema Plantio Direto de forma sustentável, a Itaipu Binacional, em parceria com a Federação Brasileira de Plantio Direto e Irrigação (FEBRAPDP), desenvolveu uma metodologia capaz de qualificar este sistema de produção: o Índice de Qualidade Participativo do Plantio Direto, mais conhecido como IQP. Desde então, e entidade tem premiado os produtores que melhor aplicam a prática em propriedades rurais do Oeste do Paraná.

Um dos vencedores da edição 2017 do Prêmio Itaupu é Jayme Berta, produtor que trabalha com o cultivo de soja, milho e trigo na região paranaense de Medianeira. Ele ficou em segundo lugar na disputa com mais de 120 produtores e considera que um dos grandes responsáveis pelo resultado alcançado foi a utilização do Adubo Biológico Microgeo®, que age na reestruturação física do solo por meio do restabelecimento da biodiversidade microbiana.

Desenvolvido pela empresa nacional Microgeo®, que também dá nome à tecnologia, o Adubo Biológico Microgeo®, por meio do programa de reestruturação do solo, destaca-se por contribuir para o aumento da qualidade do Sistema Plantio Direto. Um solo bem estruturado pode contribuir na elevação de alguns dos  indicadores do IQP, como: frequência de preparo do solo, terraceamento correto, avaliação da conservação e fertilização equilibrada.

Marcos Berta, que trabalha ao lado do pai, Jayme Berta, na propriedade e é associado à Lar Cooperativa Agroindustrial, explica que eles passaram a incorporar o Adubo Biológico Microgeo® às práticas de manejo de sua propriedade há dois anos e meio e, em pouco tempo, viram os resultados começarem a surgir. “Entre os vários benefícios observados com o uso do Microgeo®, podemos destacar um melhor enraizamento das plantas cultivadas, que resultaram em ganho de produtividade. Além disso, obtivemos uma melhor infiltração das águas da chuva no solo, acabando, assim, com erosões e morte de plantas por encharcamento”, disse.

Iniciado no Paraná na década de 70, o Sistema Plantio Direto é a base conceitual da Agricultura Conservacionista, que evita o preparo do solo, preserva sua cobertura permanente e promove a biodiversidade. A Adubação Biológica Microgeo®, aliada ao Sistema Plantio Direto, se destaca como uma alternativa para restabelecer o equilíbrio da biodiversidade no solo e reverter problemas como compactação e erosão, que podem afetar a qualidade das bacias hidrográficas e dos rios.

Quem pôde comprovar os efeitos positivos dessa associação na prática é o produtor Linori Lídio Cela, que atua no plantio de soja, milho e trigo, em Toledo (PR). Aplicando o programa de reestruturação de solo desde 2010, ele afirma que o uso do Adubo Biológico Microgeo® ajudou a aumentar a produtividade e rentabilidade de seu negócio. “As mudanças físicas e químicas do solo podem ser facilmente notadas. Ele favoreceu a liberação de nutrientes, bem como reduziu a compactação do solo. Com isso, passamos a produzir mais, com um custo mais baixo”, contou.

Segundo o Diretor de Mercado e Novos Negócios, Leandro Leal Suppia, isso é possível porque o Adubo Biológico Microgeo® apresenta uma composição de microrganismos bastante heterogênea que, quando fornecida ao ambiente solo-planta, é capaz de alterar as comunidades ali presentes, promovendo a biodiversidade. “Essa alteração do microbioma atua sobre a física do solo, melhorando sua agregação, ou seja, o uso do Microgeo® melhora a agregação da terra e estimula a microbiota nativa, que também atua no condicionamento das propriedades físicas, químicas e biológicas do solo, restabelecendo a qualidade de vida do mesmo”, finaliza.

Como funciona o MICROGEO®?

O MICROGEO® é um componente balanceado que nutre, regula e mantém a produção contínua do Adubo Biológico. Ele é produzido na propriedade rural pelo próprio agricultor, com total suporte dos técnicos da empresa, por meio da instalação da Biofábrica CLC (Compostagem Líquida Contínua®) constituída por tanque, filtro, registro e agitador, em um local com disponibilidade de água não clorada e com incidência solar, dimensionada para atender o volume de aplicação do Adubo Biológico de cada propriedade.

A produção no local de aplicação é estratégica. Afinal, parte dos microrganismos, nutrientes e metabólitos envolvidos na Compostagem Líquida Contínua® são exclusivos da localidade. Esse cuidado visa restabelecer a biodiversidade microbiana do solo, além de estimular a sua microbiota nativa, que atua no condicionamento das propriedades físicas, químicas e biológicas do solo, seja para agricultura, pecuária ou reflorestamento.

O Adubo Biológico MICROGEO® pode ser aplicado via pulverização ou fertirrigação, em qualquer temperatura, luminosidade ou mesmo umidade, em conjunto com defensivos químicos, biológicos e insumos foliares.


Informações para a imprensa:
ADRIANA ROMA
adriana@haproposito.com.br
skype: adriana-roma
+55 (19) 9 9265-9955

LETICIA MILARÉ
leticia@haproprosito.com.br
Skype: leticiamilare
+55 (19) 9 9258-8931