Município gaúcho recebe incentivo a projetos de irrigação

02/08/2017


Incremento chega a 70% na produção de forragem na área irrigada comparado com o rendimento obtido na área sem irrigação

 

Da Assessoria de Imprensa Emater/RS-Ascar

 

 

Em Catuípe, a Emater/RS-Ascar contabiliza 40 projetos de irrigação elaborados e outros 18 em andamento. No total são 196 hectares irrigados com financiamento do Pronaf Mais Alimentos e investimento público municipal. 

Na semana passada, uma comitiva formada pelo prefeito Joelson Baroni, vice-prefeito Gladimir Wey, secretário municipal de Agricultura, Wilson Silveira, e extensionistas da Emater/RS-Ascar percorreu o interior de Catuípe para acompanhar o andamento de novos projetos. A comitiva esteve na propriedade dos agricultores Edegar Paulo Ferrazza e Áureo Luiz Zandomenighi. “Daremos todo incentivo e apoio aos produtores interessados em implementar sua irrigação”, assegurou o prefeito Baroni. 

Os projetos acompanhados foram financiados pelo Pronaf Mais Alimentos e o recurso chegou até os agricultores por meio da agência do Banco do Brasil de Catuípe. 

“O programa de irrigação vem tomando grandes proporções desde 2009. O principal objetivo é irrigar áreas onde os produtores desenvolvem atividade leiteira, evitando os vazios forrageiros nas entressafras e a quebra na produção com pequenos veranicos”, disse o extensionista da Emater/RS-Ascar, Geraldo Kasper.

 

Resultados

Nos últimos dois anos, Catuípe acompanha o resultado alcançado na Unidade de Observação em irrigação, na propriedade do agricultor Paulo Guerim, na localidade de Águas Minerais de Santa Tereza. 

“Observamos um incremento de 70% na produção de forragem na área irrigada, comparado com o rendimento obtido na área sem irrigação. Isso nos dá força e coragem, estamos no caminho certo”, avalia Kasper. 

Os resultados alcançados motivam novos investimentos. Catuípe criou uma lei municipal que concede incentivo em horas-máquina para implantação de sistemas de irrigação, sob a coordenação da Secretaria Municipal de Obras e Agricultura.

 

Os agricultores que implantam irrigação recebem Assistência Técnica da Emater/RS-Ascar. Os extensionistas esclarecem dúvidas dobre o uso adequado da irrigação, manejo de forrageiras, adubação e fertilidade. Além das visitas técnicas na propriedade, também são promovidos dias de campo sobre irrigação e, em dezembro, será realizado um encontro entre os irrigantes de Catuípe, quando deverão ser reunidas mais de 150 famílias.