Entidade de Utilidade Pública Federal desde 1998
FEBRAPDP SISTEMA PLANTIO DIRETO IRRIGAÇÃO PROJETOS PUBLICAÇÕES ENPDP PARTICIPE
English Version
Newsletter




Microgeo divulga a adubação biológica na Agrotins


A empresa defende a prática para melhoria da produtividade 

Adriana Roma, Microgeo

 

A empresa brasileira Microgeo participa da Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins), entre os dias 09 e 13 de maio de 2017, em Palmas, capital do Estado. Com o estande de número 22, no pavilhão central do evento, a empresa vai expor o Adubo Biológico Microgeo multifuncional capaz de melhorar as condições do solo e favorecer o aumento da produtividade. 

No estande número 22, os visitantes poderão conhecer os benefícios proporcionados pelo Microgeo, com a adoção de um programa de agricultura sustentável. “Com o início da aplicação do Microgeo, ele reduz a compactação do solo, a erosão, pressão das pragas e doenças e aumenta o enraizamento”, lista o Gerente Regional de Vendas, Célio Mauro Santiago. 

Santiago acrescenta que, durante a Agrotins, os agricultores saberão como o Microgeo pode ajudá-los a enfrentar a escassez de chuvas. Dados da Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento do Tocantins apontam que, a safra 2015/2016 de grãos como soja e milho sofreu queda em decorrência da escassez de chuvas.  

Os ensaios¹ sobre a Adubação Biológica Microgeo indicam que, quando analisada a reestruturação física, houve aumento de 41% na macroporosidade do solo, o que significa mais benefícios como agregação, retenção de umidade, grumosidade, aeração, enraizamento e eficiência do fertilizante. Na sanidade vegetal foi observado um incremento de 11% à produtividade de soja através da supressão de nematoides², graças ao uso do Adubo Biológico. 

Funcionamento

Considerando que o Microgeo é um componente balanceado para nutrir, regular e manter a produção contínua do Adubo Biológico, ele deve ser produzido pelo próprio agricultor, com suporte da empresa. Isso é possível com a instalação da Biofábrica CLC (Compostagem Líquida Contínua) constituída por tanque, filtro, registro e agitador, em um local com disponibilidade de água não clorada e com incidência solar, dimensionada para atender o volume de aplicação do Adubo Biológico. 

A produção no local de aplicação é estratégica. Afinal, parte dos micro-organismos e nutrientes metabólicos envolvidos na Compostagem Líquida Contínua são exclusivos da localidade. Esse cuidado estimula a microbiota essencial no condicionamento das propriedades físicas, químicas e biológicas do solo, seja para agricultura, pecuária ou reflorestamento. 

A Compostagem Líquida Contínua é uma biotecnologia inovadora para a produção do Microgeo de forma contínua pelo próprio agricultor no campo. Com a estrutura da Biofábrica, 15% do volume do tanque devem ter esterco ou conteúdo ruminal, outros 5% do tanque com Microgeo e o restante deve ser preenchido com água limpa não clorada. A mistura deve ser agitada duas vezes por semana. Depois de 15 dias, o Adubo Biológico estará pronto para ser aplicado no sulco ou via pulverização e fertirrigação, em qualquer temperatura, luminosidade ou mesmo umidade, em conjunto com defensivos químicos, biológicos e insumos foliares.

Sem aplicação de Microgeo
Sem aplicação de Microgeo

 








Com aplicação de Microgeo
Com aplicação de Microgeo









Fontes dos ensaios:

1 – CCGL Tec

2 – Fundação MT

197 notícias encontrados. 20 páginas. Mostrando página 1
Buscar em NOTÍCIAS:
SEDE
Avenida Presidente Tancredo Neves, N° 6731
Parque Tecnológico de Itaipu
Edifício das águas 2° Andar sala 201.
CEP: 85867-900
Foz do Iguaçu - Paraná - Brasil.
+55 45 3529-2092
febrapdp@febrapdp.org.br
FEBRAPDP - Federação Brasileira de Plantio Direto e Irrigação
Filiada à CAAPAS
Confederação das Associações Americanas para uma Agricultura Sustentável


Correspondência
Caixa postal: AC PTI 2140
CEP: 85867-970
Foz do Iguaçu - Paraná - Brasil.